Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Por que é tão difícil formar uma boa equipe?

Publicado: Terça, 13 de Junho de 2017, 10h31 | Última atualização em Terça, 13 de Junho de 2017, 10h33

equipe

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Uma organização pode contar com um quadro repleto de profissionaais que possuam ótimas qualificações, mas sem dúvida alguma quando todos se unem e formam verdadeiras equipes os resultados tornam-se altamente positivos em relação aos momentos que atuavam como grupos. Fazer com que os colaboradores formem equipes de alta performance é o que toda equipe - em teoria deseja, mas essa não é uma tarefa nada fácil quando se parte para a prática. Por que isso acontece? Para falar sobre essa questão, o RH.com.br, entrevistou a consultora organizacional e coach Roberta Omeltech. Durante a conversa, ela destacou que os grupos são mais fáceis de serem formados, devido à natureza do seu trabalho, ou seja, nesse caso o colaborador pode trabalhar de maneira individual sem necessariamente depender de outras pessoas para atingir o objetivo. "Já uma equipe é caracterizada por um conjunto de pessoas, normalmente com especialidades diferentes, a fim de atingir um objetivo especifico. Uma equipe trabalha em conjunto, muitas vezes o objetivo final depende da interação entre os participantes", sintetiza. Confira logo a seguir, a entrevista completa com Roberta Omeltech e tenha uma agradável leitura!

RH.com.br - Por que é mais fácil formar grupos do que equipes?

Roberta Omeltech - Os grupos são mais fáceis de serem formados, devido à natureza do seu trabalho, ou seja, no grupo o colaborador pode trabalhar de maneira individual sem necessariamente depender de outras pessoas para atingir o objetivo. Neste modelo, a hierarquia é presente e os participantes sabem a quem devem se reportar. Por não depender do trabalho de outras pessoas para atingir um objetivo fica mais fácil formar um grupo.

RH - O que caracteriza uma equipe?

Roberta Omeltech - Uma equipe é caracterizada por um conjunto de pessoas, normalmente com especialidades diferentes, a fim de atingir um objetivo especifico. Uma equipe trabalha em conjunto, muitas vezes o objetivo final depende da interação entre os participantes. Outra característica importante para uma equipe é que embora haja um líder, a hierarquia é menos presente, pois todos trabalham de forma linear, contribuindo com a equipe, a fim de atingir o objetivo determinado.

RH - A diversidade enriquece uma equipe?

Roberta Omeltech - Com certeza, pois é através da diversidade, ou seja, de pontos de vista diferentes, que a equipe consegue encontrar o melhor caminho para atingir o objetivo. O princípio mais importante para que a diversidade seja construtiva e não destrutiva é o respeito. Quando o respeito é valorizado a equipe ganha uma força incrível.

RH - Toda equipe apresenta alta performance ou existem níveis de entrega?

Roberta Omeltech - Quando uma equipe é formada, geralmente seus participantes foram designados pela sua capacidade de lidar com determinada situação, mas isso não quer dizer que a performance seja linear. Como estamos lidando com pessoas, o papel do líder da equipe é muito importante para verificar quais os integrantes estão rendendo abaixo do esperado e direcionar os esforços para ajustar o que for necessário.

RH - A avaliação da performance deve ser uma constante na vida das equipes?

Roberta Omeltech - A avaliação de performance é muito importante para as equipes e devem ser feitas constantemente. Uma vez que há um objetivo a ser atingido e para que isso ocorra pessoas com diferentes especialidades devem trabalhar de forma interdependente, é necessário acompanhar o andamento do projeto e uma das formas de avaliação é através da avaliação de performance. Com isso é possível identificar os possíveis gaps da equipe e ajustar o que for necessário.

RH - Uma vez que são identificados pontos falhos na atuação de uma equipe, como a liderança deve proceder?

Roberta Omeltech - O líder deve aprender a trabalhar com o conceito de influência sem autoridade, uma vez que, mesmo sendo líder da equipe, ele pode não ser líder na cadeia hierárquica daquela equipe, portanto saber estabelecer padrões de comunicação e recompensa com a equipe é muito válido. Outro ponto importante é ser um comunicador eficiente, uma comunicação com ruídos pode ser muito prejudicial a uma equipe, então o líder deve ser claro, objetivo e honesto, lembrando que, quando for necessário dar um feedback negativo para algum integrante da equipe, isso deve ser feito de forma individual e não na frente de todos.

RH - O que geralmente costuma fortalecer o engajamento dos membros de uma equipe?

Roberta Omeltech - O primeiro ponto é o objetivo, é importante certificar-se que todos os integrantes da equipe valorizem atingir aquele determinado objetivo, é isso que vai fazer com que as diferenças sejam respeitadas. Outro ponto importante é compartilhar de valores parecidos. Uma vez que você agrupa pessoas de posições diferentes, como Vendas, Financeiro, Design e assim por diante, compartilhar de uma matriz de valores com aquela equipe é importante.

RH - Que fatores contribuem para que os membros de uma equipe se dispersem?

Roberta Omeltech - Muitos fatores podem fazer com que os membros de uma equipe se dispersem. A liderança da equipe é uma deles. O líder precisa ser o direcionador de como a equipe deve trabalhar, ninguém segue quem são sabe aonde quer chegar, por isso a figura do líder consistente é importante. A concorrência é outro ponto que se não administrado pode gerar grandes consequências, uma vez que eles não estão trabalhando em prol de quem é o melhor, mas em prol de um objetivo especifico, por isso, lidar com o ego é fundamental para que o objetivo seja atingido.

RH - O líder sempre deve fazer-se presente no dia a dia da equipe, para que ela apresente uma entrega positiva ou chega um determinado momento em que ele pode ausentar-se sem grandes preocupações?

Roberta Omeltech - O líder é uma figura importante, que deve estar presente sempre quando a equipe estiver reunida, é ele quem vai direcionar a equipe, quem vai avaliar e corrigir caso esteja algo errado. Se o líder não estiver presente, como ele irá identificar quem está indo bem e quem está indo mal? Ele deve estar presente sempre.

RH - Na prática, que recursos os líderes podem usar para que suas equipes desenvolvam-se?

Roberta Omeltech - Existem diversos recursos para que um líder desenvolva sua equipe, hoje em dia há uma variedade de treinamentos e formas de serem aplicados, treinamentos online ou presenciais, em forma de games ou na própria ação, além de muitos outros. O líder é um grande responsável pelo desenvolvimento da equipe, delegar atividades, dar feedbacks consistentes e construtivos também são grandes formas de desenvolver uma equipe, pois de nada adianta um treinamento se o líder não estiver engajado em auxiliar o colaborador a colocar o que foi aprendido na prática. Portanto, o desenvolvimento da equipe esta totalmente atrelado ao líder.

RH - Qual o grande erro que as lideranças cometem quando se deparam com momentos de crise e precisam passar confiança para suas equipes?

Roberta Omeltech - Vale lembrar que os líderes são serem humanos, eles também tem emoções, muitas vezes é difícil contê-las. Este é um grande problema em momentos de crises, deixar as emoções falarem mais alto que a razão. Dois pontos são importantes nesta pergunta. O primeiro ponto é: o líder precisa se conhecer, é fundamental que um líder passe por um processo de autoconhecimento, através de um coaching, por exemplo, para que ele possa identificar os pontos fortes e os pontos que precisam ser melhorados, isso dará muito mais autocontrole para este líder em momentos de crise. Com base nisso o segundo ponto é: momentos de crise sempre irão acontecer, é preciso ter isso em mente, principalmente um líder. Em um momento será uma crise financeira, em outro será uma crise com algum fornecedor ou cliente, outro dia será uma crise com os colaboradores e assim por diante. As crises nos fazem crescer e amadurecer, por isso se conhecer e ter o controle das emoções é importante.

Imagem: Freepik 

registrado em:
Fim do conteúdo da página