Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias - Portal da Estratégia > MINISTÉRIO E EPL AVANÇAM NA PARCERIA INSTITUCIONAL
Início do conteúdo da página
planejamento de transporte

MINISTÉRIO E EPL AVANÇAM NA PARCERIA INSTITUCIONAL

Publicado: Quarta, 01 de Novembro de 2017, 16h04 | Última atualização em Segunda, 04 de Dezembro de 2017, 15h02

A Secretaria de Política e Integração - SPI, a Secretaria Nacional de Aviação Civil - SNAC e a Empresa de Planejamento e Logística - EPL confirmaram o início dos trabalhos para elaboração de mais um dos relatórios do projeto “Corredores Logísticos Estratégicos”, desta vez, para o mapeamento e diagnóstico das principais rotas do transporte de passageiros do país.

spi epl

O relatório seguirá a mesma metodologia já utilizada, como no caso do complexo de soja e milho, minério de ferro e automóveis, de forma a promover a integração entre as secretarias do ministério, a empresa, as entidades vinculadas e as instituições organizadas da sociedade.

“O projeto dos corredores logísticos apresenta, além do mapeamento dos produtos, o diagnóstico das rotas para temas estratégicos, como integração, defesa e passageiros. Este projeto está incluído na parceria institucional entre SPI e EPL”, afirmou Eimair Ebeling, Diretor de Política e Planejamento Integrado.

Estão previstos o levantamento de informações, as análises e os workshops para discussão dos macrofluxos de passageiros, com a participação da SPI, SFP, SNTTA, SNAC, SNP, DNIT, VALEC, INFRAERO, ANTAQ, ANTT, ANAC e os parceiros da sociedade.

“Queremos contribuir com as análises de forma a entregar, junto com o Ministério, um produto para subsidiar o planejamento do setor”, comentou José Vianna, Gerente de Passageiros da EPL.

O projeto dos “Corredores Logísticos Estratégicos”, ora em andamento no âmbito da SPI, contará com os parceiros da Gerência de Passageiros da EPL e, também, da SNAC que possui grande experiência no planejamento nacional do transporte de passageiros.

Durante a reunião ocorrida na SPI, dia 30 de outubro, foram discutidos os aspectos gerais, prazo e equipe do projeto, trazendo o tema de transporte se passageiros para o mesmo patamar das discussões do transporte de cargas.


Fim do conteúdo da página